15 de ago de 2008

Congresso retém 68 propostas anticorrupção

Diversos Projetos de Lei (PLs) que tratam da punição e prevenção à corrupção, classificados como prioritários, dispensam exigências regimentais para serem incluídos na “Ordem do Dia”, mas, mesmo assim, chegam a esperar quase 15 anos para serem votados. Caso estes projetos fossem aprovados, o Brasil contaria hoje com, pelo menos, mais 68 instrumentos legais de controle da corrupção. Clique aqui para ver os projetos e em que situação se encontram.

Por favor, continuem lendo a putaria que é esse país.

Veja os principais casos de corrupção após a redemocratização

image

14 de ago de 2008

Conte até três. Até dez. Conte até cem.

13 de agosto de 2008, 22:43 - direto do Webinsider.

Em situações extremas, mesmo que você tenha frieza, seu emocional fala mais alto, preparando-o para as duas atitudes limites possíveis frente ao perigo: lutar ou correr.

Por Eduardo Zugaib

Cena 1: alguém resolve tirar um sarro de você em uma festa, constrangendo-o e ultrapassando a tênue linha que separa o engraçado do ridículo;

Cena 2: numa reunião da empresa, ao apresentar informações que custaram a ser levantadas, alguém entra na conversa e maldosamente diminui a importância do seu trabalho;

Cena 3: Você está dirigindo. O trânsito pára. Você, que guarda certa distância do carro da frente, freia tranqüilamente. Antes do carro parar totalmente, surge um barulho de pneu queimando logo atrás, dando tempo apenas para você olhar no retrovisor, fechar os olhos e preparar-se para a… cabrum!

Mesmo que você tenha a frieza de um campeão mundial de xadrez, ao menos uma taquicardia você sente. Seu emocional fala mais alto, preparando-o para as duas atitudes limites possíveis frente ao perigo: lutar ou correr.

Em situações assim, é provável aparecer alguém sugerindo que você conte até dez. Acredite: isso não é uma simpatia, uma crendice tola. O nosso cérebro possui dois hemisférios: o direito, que abriga nossa capacidade emocional e o esquerdo, que cuida da racional. Em situações de tensão, a tendência que temos de agir com a emoção é grande.

Sobrecarregamos o lado direito do nosso cérebro, exigindo dele respostas rápidas demais. Como ele é obediente, fará de tudo para dar a resposta, trabalhando caoticamente, sem se preocupar se com isso estará acionando nossos desejos mais obscuros, nossas mais paixões mais animais.

O resultado? Falamos o que não gostaríamos de ter dito, reagimos expondo nossas fragilidades, isso quando não partimos para agressões verbais ou físicas. Crimes passionais não levam este nome à toa. O contar até dez visa reestabelecer o equilíbrio entre os dois lados do cérebro, lembrando ao hemisfério esquerdo que ele também deve “entrar no assunto”.

Contar é uma capacidade racional, que figura entre as habilidades do lado esquerdo do cérebro. Em situações tensas, o contar age como um sistema de resfriamento, que nos ajuda a perceber a situação por uma ótica mais completa. Se contar até dez não resolve, experimente até cem. Assim, além de dar ao cérebro a chance de trabalhar por completo, você evita que todos os alguém acima saiam por aí, dizendo que você perdeu a cabeça.

12 de ago de 2008

Estudo antecipa crise do petróleo para 2010

Arnild Van de Velde
De Amsterdã, Holanda

Um estudo publicado por diretores do Programa de Energia da Clingendael International (CIEP, sigla em inglês) antecipa a anunciada crise do petróleo em cinco anos. Não em 2015, mas já em 2010, diz o relatório, os primeiros efeitos de sua escassez se farão notar. A empresa holandesa é um instituto de relações internacionais com reconhecidos trabalhos nas áreas de pesquisa, capacitação e informação. Nos Países Baixos, o CIEP é endossado por órgãos do governo e grupos empresariais de grande porte.

Em 2010, diz o estudo, a produção mundial soferá uma baixa de 7 a 11 milhões de barris/dia. A quantidade corresponderia a dois terços do consumo diário, só nos Estados Unidos. O estudo contesta também uma previsão do banco de investimentos Goldman Sachs. Baseando-se em determinadas condições até 2015, o banco estimou o preço do barril, já em 2009, entre US$200 e US$250. Os autores do relatório da Clingendael prevêem contudo que o custo do barril não deve superar US$110, no primeiro ano da crise (segundo eles, 2010), ou seja uma queda de quase 50% em doze meses.

Em entrevista a Terra Magazine, a diretora da CIEP, Coby van der Linde, esboça o cenário que prevê e comenta a importância da Rússia - um parceiro econômico ainda visto com alguma reserva pelos vizinhos europeus - na crise. Otimistas, empresas do setor confiam no próprio empenho em pesquisa e extração. Estes investimentos, diz Coby van der Linde, " são caminhos que, me parece, o Brasil está sabendo explorar".

Hot Female Fighters

sexy

11 de ago de 2008

39 filmes dos Trapalhões vão enfim sair em DVD

Direto do Omelete.

Até hoje os filmes dos Trapalhões não tinham atenção digna do mercado de DVDs. Saíram alguns, em formatos distintos, e muitos ficaram esquecidos. A Europa Filmes começa a corrigir isso em setembro. Serão lançados 39 título do grupo - 5 filmes por mês, comercializados separadamente, com preço sugerido de R$ 14,99 cada.

Tudo bem que o Blu-ray está aí e todos esses discos já saem obsoletos, mas já é alguma coisa. Confira a lista:

O Trapalhão e a Luz Azul (1999)
Simão o Fantasma Trapalhão
(1998)
O Noviço Rebelde
(1997)
Os Trapalhões E A Árvore da Juventude
(1991)
Uma Escola Atrapalhada
(1990)
Xuxa e Os Trapalhões em O Mistério de Robin Hood
(1990)
A Princesa Xuxa e os Trapalhões
(1989)
Os Trapalhões na Terra dos Monstros
(1989)
O Casamento dos Trapalhões
(1988)
Os Heróis Trapalhões - Uma Aventura na Selva
(1988)
Os Fantasmas Trapalhões
(1987)
Os Trapalhões no Auto da Compadecida
(1987)
Os Trapalhões no Rabo do Cometa
(1986)
Os Trapalhões e o Rei do Futebol
(1986)
Os Trapalhões no Reino da Fantasia
(1985)
A Filha dos Trapalhões
(1984)
Os Trapalhões e o Mágico de Oróz
(1984)
O Trapalhão na Arca de Noé
(1983)
O Cangaceiro Trapalhão
(1983)
Os Trapalhões na Serra Pelada
(1982)
Os Vagabundos Trapalhões
(1982)
Os Saltimbancos Trapalhões
(1981)
Os Três Mosquiteiros Trapalhões
(1980)
O Mundo Mágico dos Trapalhões
(1981)
O Incrível Monstro Trapalhão
(1980)
O Rei e os Trapalhões
(1979)
O Cinderelo Trapalhão
(1979)
Os Trapalhões na Guerra dos Planetas
(1978)
O Trapalhão nas Minas do Rei Salomão
(1977)
O Trapalhão no Planalto dos Macacos
(1976)
Simbad, O Marujo Trapalhão
(1976)
Os Trapalhão na Ilha do Tesouro
(1975)
Robin Hood, O Trapalhão da Floresta
(1974)
Aladim e a Lâmpada Maravilhosa
(1973)
Ali Babá e os Quarenta Ladrões
(1972)
Bonga, O Vagabundo
(1971)
Dois na Lona
(1968)
Adorável Trapalhão
(1967)
Na Onda do Iê-Iê-Iê
(1966)

Os discos começam a sair em 22 de setembro. Os cinco primeiros são: Cinderelo Trapalhão, O Casamento dos Trapalhões, Os Trapalhões e a Árvore da Juventude, O Mundo Mágico dos Trapalhões e A Princesa Xuxa e os Trapalhões.

Sexy Tattoos

sexy_tattoos

1 de ago de 2008

Exame e Atento - ABSURDO

Empresa de call center Atento é a maior empregadora privada do país

| 15.07.2008
Publicidade

EXAME Vamos estar contratando...
A empresa de call center Atento foi a maior empregadora do país entre as companhias privadas no ano passado

Desde 1989, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) figura no topo da lista das empresas que mais empregam no país dentre as 500 relacionadas em MELHORES E MAIORES. Em 2007, a estatal chegou a 108 824 empregados. Nas demais posições desse ranking vêm ocorrendo uma troca intensa de posições. Uma análise dessas mudanças deixa clara uma tendência: a do crescimento da força de trabalho das companhias do setor de serviços. O melhor exemplo disso é a empresa de call center Atento, que pertence ao grupo espanhol Telefônica. No ano passado, a Atento empregou 67 032 pessoas. Com isso, ocupou o segundo lugar da relação de maior empregadora do país e o primeiro dentre as companhias privadas (a campeã de 2006 foi a rede varejista Pão de Açúcar).

40 novos empregados por dia em 2007
A média de contratados no ano passado da Atento superou em 25% o número de 2006. A maior parte dos funcionários ocupa o cargo de teleatendentes, com salários a partir de 400 reais. O crescimento da força de trabalho ocorreu por causa dos 16 novos contratos de prestação de serviço fechados em 2007. Na relação de principais clientes da empresa encontram- se multinacionais como a GM e a Procter&Gamble.

1,2 bilhão de chamadas telefônicas
Este foi o total de contatos realizados pelos funcionários da Atento em 2007 a serviço dos clientes do call center. Vendas, recuperação de crédito e assistência técnica estão entre os trabalhos mais executados pelos funcionários da companhia.

60 milhões de reais
Com esse investimento, a empresa de call center construiu no ano passado a unidade do bairro do Belenzinho, na zona leste da cidade de São Paulo. É a maior hoje das 27 centrais da Atento no país, tendo capacidade para 6 000 funcionários. Cada um dos empregados passa por uma média de 80 horas de cursos de preparação por ano. Em 2007, o total investido pela Atento com treinamento foi de 10 milhões de reais.

Tive que expressar minha revolta com a revista.

E pude perceber que todos (que opinaram) concordaram comigo:

Comentários

  (total: 5)
Publicado por Hádila Nogueira (21/07/2008 - 12:26)

Já trabalhei na Atento, e posso afirmar que a mesma não investe nos funcionários, na unidade Belo Horizonte o salário pago é absurdamente baixo, apenas R$350,00, e quando algum funcionário reclama, os coordenadores dizem que quem não estiver satisfeito pode pedir demissão. A rotatividade é muito grande porque ninguém suporta tanta pressão com um salário abaixo do mínimo e nenhuma perspectiva.
Publicado por Éderson Luiz de Oliveira (21/07/2008 - 11:11)

Pela entrevista, fica a impressão que a Atento, é uma empresa que ajuda no desenvolvimento do Brasil, mas esqueceram de relatar o número de processos trabalhistas, a inércia no desenvolvimento dos seus profissionais, a desmotivação pelos beneficios fornecidos, o sistema de trabalho desestimulande. Muito imparcial esta reportagem, o título deveria ser " Maior multinacional sangue-suga.
Publicado por lidison gomes dos santos (20/07/2008 - 00:33)

Realmente caro Giulianno. Como disse além de empregar muito por ter alta rotatividade ( o que não causa impacto na realidade do desemprego) é uma empresa onde a grande maioria de sua mão de obra terceirizada que acaba precarizando o trabalhador. E por ser como tal, suas empresas clientes despedem seus funcionarios para contratar os terceirizados da atento. Reportagem que é difícil de digerir.
Publicado por lidison gomes dos santos (20/07/2008 - 00:33)

Realmente caro Giulianno. Como disse além de empregar muito por ter alta rotatividade ( o que não causa impacto na realidade do desemprego) é uma empresa onde a grande maioria de sua mão de obra terceirizada que acaba precarizando o trabalhador. E por ser como tal, suas empresas clientes despedem seus funcionarios para contratar os terceirizados da atento. Reportagem que é difícil de digerir.
Publicado por Giulianno de Lollo (18/07/2008 - 18:42)

Muito triste ver que a Exame dá crédito para uma empresa como essa. Salário inicial de R$ 400,00 e regime escravo de trabalho. Contrata 40 pessoas por dia pois ninguém aguenta a pressão e falta de perspectiva lá dentro, por isso há muita rotatividade de pessoas. A verdade é uma só, ninguém faz milagres, não venham me dizer que essa empresa é boa para se trabalhar