16 de jul de 2008

Cacciola inicia viagem de extradição ao Brasil

Passados 8 anos de sua fuga para a Itália e 10 meses de sua prisão em Mônaco, o ex-banqueiro do Marka, Salvatore Cacciola, iniciou hoje sua viagem de extradição ao Brasil. Ele saiu de Mônaco para Nice (França) às 13h30 (8h30 de Brasília). A viagem, de helicóptero, durou cerca de 7 minutos. Em Nice, ele aguarda um vôo para Paris, de onde deve partir para o Brasil.
Cacciola é acompanhado por uma comitiva brasileira de sete pessoas, formada por agentes da Polícia Federal (PF) e representantes do Ministério da Justiça.
O embarque do ex-banqueiro para Paris deveria ocorrer às 15h55 (10h55 de Brasília), mas a previsão é de que atrase cerca de 20 minutos. Cacciola aguarda em uma sala reservada, acompanhado com agentes.
O ex-banqueiro deve viajar em um vôo da companhia Air France para a capital francesa, onde, às 22h (17h de Brasília), deve embarcar em um vôo da TAM em direção ao Rio de Janeiro. Cacciola deverá viajar como passageiro comum.
Se não houver problemas, Cacciola deve chegar ao Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Galeão) às 5h de quinta-feira. O trajeto foi elaborado de forma a evitar que o banqueiro passe pelo território da Itália, onde tem cidadania.

Nenhum comentário: