12 de jul de 2005

A Cidade das Torcidas

Trabalho final - Antropologia - por Giulianno de Lollo e Kate Oppi
Referência Bibliográfica - Na Metrópole: textos de Antropologia Urbana. José Guilherme C. Magnani & Lílian de Lucca Torres (organizadores). São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo. Fapesp, 2000. Texto: A Cidade das Torcidas: Representações do Espaço Urbano entre os Torcedores e Torcidas de Futebol na Cidade de São Paulo. Luiz Henrique de Toledo. Página 124.

O objetivo da pesquisa tematizada no texto é mostrar a modificação da cidade através dos usos feitos dela a partir da composição das torcidas uniformizadas.

O objeto da pesquisa são as Torcidas Uniformizadas dos times da Cidade de São Paulo. São eles: Sport Clube Corinthians Paulista, São Paulo Futebol Clube, Sociedade Esportiva Palmeiras, Santos Futebol Clube e Associação Atlética Portuguesa de Desportos.

O trabalho de campo realizado pelo autor foi a observação participante na Torcida Tricolor Independente feita em março de 1991, na disputa do Campeonato Brasileiro de Futebol na fase de classificação. O jogo foi entre São Paulo e Palmeiras.

Com esse trabalho de campo o autor chegou à conclusão que a afinidade pelo time na condição de torcedor organizado, é condicionada pelo Bairro ou Pedaço a que cada um pertence e por fim pela torcida organizada a qual se filia. Essa torcida usa a cidade para espalhar e impor seu Estilo de vida diante dos outros grupos distintos, com isso observa-se comportamentos que extravasam os limites da participação dos agrupamentos de torcedores, constitui atitudes e mobilidades de sociabilidade mais amplas. A segregação das torcidas nos dias de jogos para evitar possíveis confrontos tem alimentado ainda mais o confronto. Esses acontecimentos não são exclusivos do futebol.
Esse esporte e a massa apenas colocam em evidência a realidade da vida urbana nas cidades: segregação, desigualdades no acesso aos equipamentos urbanos, divergência entre o público e o privado e a violência utilizada como um código radical de acesso a determinadas experiências nas grandes cidades.
A pesquisa analisada nos surpreendeu na questão das Sedes das Torcidas.O autor conversou com corintianos na sede da torcida Independente do São Paulo Futebol Clube. Isso mostra que a hostilidade observada nas arquibancadas é amenizada por outras formas de convivência fora dos estádios.

Nenhum comentário: