3 de mai de 2009

Sonic Youth - The Eternal - disco do ano?

Logo que a loja abriu na quarta-feira pela manhã, o Igor me ligou para falar que ouviu o disco novo do Sonic Youth. Com data prevista de lançamento nos EUA para 9 de junho é impossível segurar a ansiedade para ouvir o novo trabalho da banda nova-iorquina. No mesmo dia o Rafael (amigo que me mantém por dentro das novidades internéticas) me mandou um sms avisando que The Eternal enfim vazara na internet, mas era falso. Pelo sim pelo não, baixei o disco na mesma noite, mas só na sexta-feira pude escutá-lo. Um parêntese importante: a primeira audição de um disco da sua banda preferida não pode ser feita com desatenção. Quando essa banda é o Sonic Youth e o disco está cercado de boatos sobre sua veracidade é indispensável concentração total em ouvir as músicas, nada mais.

A primeira música já havia sido divulgada no site da Matador, Sacred Trickster é direta. A versão baixada e a oficial coincidem. Anti-Orgasm é a segunda  e traz Thurston Moore e Kim Gordon compartilhando os vocais. As guitarras são bem anos 90. Natural, o Sonic Youth sintetiza a década passada com energia ainda juvenil (e sônica!) depois de quase trinta anos em ação. Leaky Lifeboat (For Gregory Corso) é uma homenagem ao poeta cânone da geração beat - a banda não de hoje tem forte inspiração e identificação com o movimento. Antenna é a terceira e traz um sintetizador discreto introduzindo guitarras irrepreensíveis, passagens belíssimas conduzidas pela bateria cada vez mais precisa de Steve Shelley e  um vocal inspirado de Thurston. Na sequência uma das músicas mais bonitas do século: What We Know, liderada por Lee Ranaldo e seguido por Kim Gordon, é aberta com linha de baixo que precede não uma parede, mas uma muralha de guitarras.

Como a idéia é atiçar a curiosidade de todos para o melhor disco do ano, ao invés de descrever faixa a faixa todo o disco deixo dois vídeos da semana recém encerrada gravados no lendário programa de Jools Holland na BBC inglesa. O primeiro traz Sacred Trickster e Antenna, o segundo é da canção What We Know. O disco não tem previsão de lançamento em edição nacional e está em pré-venda na Livraria Cultura, com chegada prevista para 30/06.

Disco do ano?

Vamos esperar para ver.

Nenhum comentário: